Conversa surreal

Há vários dias vendo sendo perseguido por um vírus convid19, em sonhos, sonhos não, pesadelos, que têm me deixado chateado. Pela insistência, óbvio, mas também pelo medo. Que diabo esse “bicho” quer comigo? Não pode ser coisa boa.

Tenho evitado dar atenção a ele e chego às vezes a acordar meio assustado pela insistência. Esta semana, resolvi enfrentá-lo. Mas, afinal, que é que você quer! Não se preocupe, muito simples e fique tranquilo. Não vim lhe atacar ou coisa parecida que você esteja pensando. Só esclarecer alguns pontos que estão muito confusos e parece que ninguém ainda entendeu o nosso papel, especialmente os governos e essa tal de OMS, que só faz confusão. Com essas declarações, fiquei mais tranquilo e disse: vamos lá, conte sua história e começa dizendo da sua origem. Vocês foram ou não desenvolvido por microbiologistas chineses para atacar o resto do mundo e ajudar a economia da China, parando o trabalho para que pudessem comprar tudo mais barato? Essa é uma grande preocupação, pois já estão comprando muita coisa, a preço de bolo de goma, inclusive aqui. E, afinal, como vocês surgiram e se espalharam pelo mundo com tanta rapidez e virulência? São pontos que preocupam todos e uma explicação seria o inicio de qualquer conversa. Estão amedrontando todo mundo, inclusive e principalmente os mais velhos, como eu, que tenho noventa anos, sou safenado, pressão alta, o escambau. É verdade. O nosso trabalho fica mais fácil com os mais idosos. Mas, não se preocupe. Não estamos atrás de você, apenas quero que publique esse nosso papo.

Em primeiro lugar, e para deixar isso claro de saída, nós não fomos desenvolvidos por cientistas chineses. Nós já existimos há milhares de anos. Vivíamos em portadores animais, especialmente os morcegos, sem fazer mal a ninguém, O problema é que a China, com quase um bilhão e meio de habitantes, vive com fome. Passou na frente deles e se mexeu, não querem saber o que é, comem. Foi o que aconteceu, no caso. Nós, claro, não queríamos desaparecer e nos adaptamos aos humanos, sem muitas dificuldades e aí, como todo vírus que se preza, tratamos de manter nosso gênero e nos expandirmos pelo mundo. Foi o que fizemos e vamos continuar a fazer.

Agora, vocês estão exagerando as coisas, no nosso entendimento tudo por razões politicas. Essa quarentena é um exagero, e não impede que a gente se propague. Para atingirmos uma pessoa, precisamos estar próximos, e uma distância de dois metros é mais do que segura. Sobrevivemos um pouco mais de tempo em algumas superfícies e se você se encosta ou põe a mão, nós aproveitamos. Essas duas medidas seriam mais que suficientes para vocês se protegerem.

E por que esse aviso? Estamos pensando em nossa própria sobrevivência. Com ou sem vacina, com ou sem quarentena, nada há que nos impeça de sobreviver. Somos difíceis de matar. Vocês têm um exemplo disso com o H1N1 e semelhantes. Com a economia em frangalhos por conta dessa quarentena maluca, vocês terão fome, assaltos, saques e uma luta intestina que vai destruir o nosso mercado. E aí nós é iremos sofrer.

Por isso, meu aviso. Muitos especialistas de vocês já disseram isso, indicaram medicamentos baratos que os protegem, deram conselhos simples que poderiam ser seguidos, mas a maioria de vocês, especialmente governos, aqui e em outros países, preferem complicar as coisas. Deixem de exageros, simplifiquem essa quarentena, simplifiquem sua vida. Se protejam, nós não dormimos, mas não precisa de tanto exagero. Espalhe essa noticia. Como você não é cientista, não é médico, um simples cidadão e ainda numa faixa de risco alta, alguém acredite em você e aceite minha mensagem.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *