EVENTOS DE TURISMO MOVIMENTAM SETOR E TRAZEM NOVAS PERSPECTIVAS PARA SEGMENTO

DIVULGAÇÃO

Chegando para movimentar o setor de turismo no Rio Grande do Norte, os eventos ocorridos no final de semana no Centro de Convenções de Natal mostraram que a retomada com segurança é possível. Na última sexta (17) e sábado (18), a 7ª Feira de Municípios e Produtos Turísticos do RN – Femptur e o 12º Fórum de Turismo do RN, organizados pela Argus Eventos, reuniram autoridades, patrocinadores, expositores e visitantes para troca de experiências e novas propostas para o segmento.

Seguindo protocolos de biossegurança, o evento atraiu, de forma rotativa, 1.757 pessoas na sexta e 2.266 no sábado. A circulação é reflexo do crescimento e das novas perspectivas da atividade turística no Estado e a aposta dos municípios nesse âmbito. “Os segmentos do turismo se reencontraram, interagiram e fizeram negócios. É muito importante para os municípios estarem próximos as agências, porque são elas que criam os passeios. O estreitamento com a Fecomércio RN idem, pois tem mão de obra qualificada e capacitada para atender restaurantes e hotéis, por exemplo. Já com o Sebrae, outro parceiro, eles têm todo o suporte e orientações necessárias para pequenos e médios empreendedores”, explica Antônio Roberto Rocha, diretor da Argus Eventos.

Foram mais de 90 estandes ao longo da Femptur. A Feira, além de expor os municípios, trouxe gastronomia, artesanato, agricultura familiar e apresentações culturais. “Somando tudo isso, oportuniza muitos negócios e promove networking que são tão necessários à rede de turismo, tanto para momentos futuros quanto para o ‘agora’”, complementa Antônio Roberto Rocha.

“Com o advento da pandemia, as pessoas têm procurado viajar para lugares onde possam realizar atividades recreativas ao ar livre, sejam lugares de serra ou litorâneos. E o nosso evento tem esse propósito também, de incentivar as viagens dentro do próprio Estado; uma demanda que só cresce”, comenta o diretor da Argus Eventos, Gustavo Porpino.
No Fórum de Turismo, debates importantes foram levantados durante os dois dias: “A maior integração dos destinos turísticos do Nordeste no pós-pandemia”; “Os nichos de mercado do turismo de evento”; “A tendência ascendente para o turismo de natureza”; “Turismo cultural e seus novos atrativos no RN”; e o “Turismo de aventura como futuro diferencial do RN”.

Sobre a crescente procura da regionalização do turismo, Porpino acrescenta: “É uma necessidade que se adequa ao cenário atual, pois estamos num momento de mudança de comportamento dos viajantes. E nunca vimos um engajamento tão grande, como o que aconteceu nesta edição do evento”, conclui satisfeito.

A Femptur e o Fórum de Turismo do RN têm organização de Antônio Roberto Rocha e Gustavo Porpino, da Argus Eventos; contam com o apoio do Governo do Estado do RN, Prefeitura de Natal, Sebrae-RN, Sistema Fecomércio-RN e Banco do Nordeste.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.