IDENTIDADE DE GÊNERO É DEBATIDA PELO ‘CNN NO PLURAL’

Especialistas, ativistas e personagens explicam como é a identificação de gênero e como essas mudanças de comportamento são assimiladas pela sociedade

O *CNN No Plural* desta *quarta-feira, dia 12 de janeiro*, explica o que é identidade de gênero. O quadro, apresentado pela *CNN Rádio* e no programa *CNN Prime Time* aborda a diferença entre os gêneros e a importância do respeito pela forma como as pessoas se vêem e se relacionam.

Na *CNN Rádio, às 11h30*, o secretário-executivo da ONG Fórum de Empresas e Direitos LGBTI+ *Reinaldo Bulgarelli* conversa com *Letícia Vidica, Thais Herédia e Sidney Rezende* sobre a importância de se entender o que é *identidade de gênero.* Ele explica como o esclarecimento da população em geral pode ajudar na inclusão das pessoas no mercado de trabalho.

No programa *CNN Prime Time* da *CNN Brasil* a repórter *Stephanie Alves* entrevista o ativista de direitos humanos, especialista em identidade de gênero e diretor executivo da organização brasileira LGBTQIA+ *Toni Reis*. Ele fala sobre a diferença entre gênero e sexualidade e dos variados gêneros com os quais uma pessoa pode se identificar.

A reportagem traz depoimentos que exemplificam os conceitos tratados no programa. O atleta *Jeremias Daniel*, de 24 anos, por exemplo, é um homem trans – que se identifica como mulher – e vê essa situação como um quebra-cabeça onde sempre falta uma peça a ser encaixada. “O preconceito é mascarado, mas sempre vai existir. Ouço muitas piadas e outros tipos de falas preconceituosas. Mesmo assim, aprendi a me blindar, porque isso sempre vai existir “, diz ele.

*Raí Eufrásio* é uma pessoa *não binária*, diferentemente daquelas que se identificam como masculino ou feminino, reconhecidas como *binárias*.*Raí* ainda está em busca da definição do seu gênero, não sabe se sua identificação é com nenhum ou com os dois, mas prefere que se refiram a ela no feminino.

Já *Julio Cesar Freitas da Silva*, que trabalha com recrutamento e diversidade e preside o Fada, um time de handebol para pessoas LGBT+, é um *homem homossexual cis*. Ele explica como essa classificação funciona e é vista pela sociedade.

*Glossário*

*Agênero* – pessoa que não se identifica ou não se sente pertencer a nenhum gênero.

*Androginia* – termo usado para descrever a pessoa com postura social, especialmente a relacionada à vestimenta, comum a ambos os gêneros.

*Binarismo de gênero* – ideia de que só existem os gêneros masculino e feminino.

*Cis* – refere-se às pessoas que se identificam, em todos os aspectos, com o gênero atribuído ao nascer (homem ou mulher).

*Cross-dresser* – homens que usam esporadicamente roupas, maquiagem e acessórios culturalmente associados às mulheres e se identificam como heterossexuais.

*Drag king* – mulher que se veste com roupas masculinas para fins de trabalho

artístico.

*Drag queen* – homem que se veste com roupas femininas de forma satírica e extravagante para o exercício da profissão em shows e outros eventos.

*Expressão de gênero* – maneira como a pessoa se manifesta publicamente por meio do nome, roupas, corte de cabelo, comportamento, voz e interação social e que nem sempre corresponde ao seu sexo biológico.

*Gênero fluído (gender-fluid)* – pessoa que se identifica tanto com o gênero masculino quanto o feminino.

*Identidade de gênero* – modo como o indivíduo se identifica com o seu gênero (masculino, feminino, nenhum ou os dois).

*Não-binário* – pessoa que não se percebe como pertencente a um gênero exclusivamente (masculino e feminino).

*Transgênero* – pessoa que não se identifica com o gênero que lhe foi atribuído ao nascer.

Fonte: *Organização Brasileira LGBTQIA+*

O CNN no Plural é levado ao ar às quartas-feiras de manhã, pela CNN Rádio, e exibido na CNN Brasil no final da tarde do mesmo dia, durante o programa Prime Time. Os episódios também estão disponíveis em todas as outras plataformas do canal.

Sobre o CNN Plural:

O CNN Plural traz diversidade e inclusão para o centro do debate. O projeto da CNN Brasil abordará todas as semanas temas relacionados à diversidade e inclusão em todos os seus aspectos, como raça, gênero, orientação sexual e minorias, entre outros. Além da rádio, o conteúdo será exibido na TV, no final da tarde do mesmo dia, durante o programa Prime Time. Os programas serão exibidos em todas as outras plataformas do canal.

Sobre a CNN Brasil

A CNN Brasil começou a operar em 15 de março de 2020 produzindo conteúdos multiplataformas, com notícias transmitidas na TV, rádio, site, aplicativo e YouTube e ainda em perfis nas redes sociais Instagram, Facebook, Twitter e LinkedIn, pushes, notificações, newsletters e podcasts.

A emissora já conquistou 11 prêmios e em seu elenco figuram alguns dos jornalistas mais reconhecidos e com maior credibilidade junto ao público nacional, além de novos talentos do telejornalismo.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.