Nostalgia: Bamba e Kichute de volta

Divulgação/Fast Company Brasil

Há uma onda de nostalgia pelos anos 1980/90, que estão de novo em alta no mercado. O “renascimento” da música Running Up that Hill, de Kate Bush, impulsionada pela série Stranger Things (Netflix), e a volta dos tênis Air Jordan (Nike) indicam que há demanda por produtos daqueles tempos.

Esse ambiente de revival inspirou a Justa, empresa brasileira fundada por Adriano Iódice e Stefano Hawilla, a apostar no resgate de dois produtos icônicos. Depois de fechar acordo com a Alpargatas, já está a caminho o relançamento dos tênis Bamba e Kichute. O design externo será repetido, mas novas tecnologias serão incorporadas para garantir modelagem e conforto adequados ao mercado atual, como informa o portal Giramundo.

A marca nunca morre, ela sempre fica no imaginário. No caso de marcas como Kichute e Bamba, elas poderiam ter tido um tempo de vida maior do que o mercado deu”, diz Stefano Hawilla, cofundador da Justa, companhia que vai trazer de volta as duas marcas nostálgicas.

Segundo o cronograma estabelecido, o Bamba virá primeiro, a partir do quarto trimestre. O Kichute chegará no início de 2023.

O modelo de negócio da Justa vai repetir marcas globais como Adidas e Nike, lançando pequenas coleções assinadas por designers, limitadas e exclusivas. A comercialização será apenas on-line, no modelo D2C (venda direta ao consumidor), que garante preços mais acessíveis.

Saiba mais: GIRAMUNDO

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.