SERRA GAÚCHA PODE TER SENSAÇÃO TÉRMICA DE -25°C NESTA QUARTA

última semana do mês de julho será marcada pela onda de frio mais intensa e duradoura do inverno. A massa de ar frio polar que chegará ao país a partir desta quarta (28) irá baixar as temperaturas no Sul, Sudeste, Centro-Oeste e até mesmo na região Norte do país. Na serra gaúcha, a sensação térmica poderá chegar a -25°C.

Segundo o Instituto Nacional de Metereologia (Inmet), a previsão de frio irá se prolongar entre os dias 28 de julho e 1° de agosto, provocando declínios de temperaturas entre 6ºC e 4ºC, especialmente nas áreas de maior altitude.

Pedestres se protegem do frio na região da Avenida Paulista, em São Paulo.  — Foto: Dario Oliveira/Estadão Conteúdo

Pedestres se protegem do frio na região da Avenida Paulista, em São Paulo. — Foto: Dario Oliveira/Estadão Conteúdo

Segundo a Climatempo, o risco de geada no final da semana é alto no Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, e em áreas de São Paulo, Mato Grosso do Sul, sul de Minas e extremo sul do Rio de Janeiro.

Um novo recorde de frio poderá ser registrado na serra catarinense. Segundo a Climatempo, a temperatura na região será de -8°C e -10°C.

Devido a ação dos ventos, a sensação térmica será de muito mais frio. Em áreas altas de serra, especialmente entre os estado do Rio Grande do Sul e Santa Catarina, a sensação de frio pode chegar a -25ºC.

No Sudeste, as menores temperaturas estão previstas para quinta (29) e sexta-feira (30).

Na serra da Mantiqueira, divisa entre São Paulo e Minas Gerais, as temperaturas mínimas devem ficar entre -2°C e -5°C e a máxima abaixo dos 15°C.

Na quinta (29), segundo o Inmet, há previsão de geada em quase toda a Região Sul, sul do Mato Grosso do Sul e sudeste de São Paulo (com intensidade variando de moderada a forte).

Já na sexta (30), também poderá ocorrer geada no sul de Goiás.

COM O G1

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.