5G VEM AÍ; O QUE FAZER PARA UTILIZAR ESSA TECNOLOGIA

Celular com sinal de internet 5G Imagem: Freepik

O leilão do 5G finalmente se aproxima no Brasil, previsto para acontecer no dia 4 de novembro. O sonho da internet até 100 vezes mais rápida que o 4G está mais perto. Mas, na prática, ainda falta muito para que a tecnologia chegue de fato à palma de nossas mãos.

O país até possui alguns testes da tecnologia, mas ela não funciona em sua totalidade. Além do mais, precisamos de um celular compatível para que o 5G funciona corretamente.

Eu preciso de um celular novo para usar o 5G?

A resposta para a maioria das pessoas será: sim. Os smartphones compatíveis com a nova tecnologia são lançamentos recentes.

Algumas operadoras de telefonia já oferecem uma tecnologia de 5G de transição em certas cidades brasileiras. É o chamado 5G DSS (Dynamic Spectrum Sharing ou Compartilhamento Dinâmico de Espectro).

Se você quer experimentar o 5G DSS, ou quer se antecipar e já começar 2022 com um celular pronto para a nova geração, saiba que eles já estão entre nós. Confira:

Motorola: Moto G50 5G (um dos mais acessíveis, com preço em torno de R$ 2 mil); Moto Edge 20; Moto Edge 20 Pro; Moto Ege 20 Lite; Moto G100; Moto G 5G; Moto G 5G Plus; Motorola Edge; Motorola Edge+.

Samsung: Galaxy Z Fold 3 5G; Galaxy Z Flip 3 5G; Galaxy A52 5G; Galaxy A32 5G; Galaxy S21 Ultra 5G; Galaxy S21 5G; Galaxy S21+ 5G; Galaxy Note 20; Galaxy Note 20 Ultra; Galaxy Z Fold 2.

Apple: iPhone 12; iPhone 12 Pro; iPhone 12 Pro Max; iPhone 12 Mini, iPhone 13; iPhone 13 Pro; iPhone 13 Pro Max; iPhone 13 Mini.

Xiaomi: Mi 11, Mi 10T, Mi 10T Pro, Redmi Note 10 5G, Poco M3 Pro 5G.

Realme: Realme 8 5G; Realme 7 5G.

Lenovo: Lenovo Legion Phone Duel.

Asus: ROG Phone 5s Pro; ROG Phone 5s; ROG Phone 5; ROG Phone 3.

Quando chega 0 “real” 5G?

5G deve estar disponível nas capitais brasileiras até 31 de julho de 2022;

Em cidades com mais de 500 mil habitantes até 31 de julho de 2025;

Municípios com mais de 200 mil habitantes até 31 de julho de 2026;

Cidades com mais de 100 mil habitantes até 31 de julho de 2027;

Naquelas com mais de 30 mil habitantes até 31 de julho de 2028.

FONTE: TILT

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.