NOVIDADES DE LISBOA: WAFFLES EM FORMA DE PÊNIS – E A FILA GIGANTE PARA PROVAR

Duas horas antes da abertura, as pessoas começam a chegar para experimentar a mais recente novidade atrevida de Lisboa.

Fotografia: Rafael Marques

Quando estiver a pesquisar a morada do La Putaria, o novo espaço em Lisboa onde se vendem waffles em forma de pênis, não vale a pena colocar o número da porta onde se encontra a loja. A verdade é que desde que abriram que a fila começa a formar-se duas horas antes da abertura. Inicia-se na Rua da Rosa e passa para a Travessa Mercês, uns metros abaixo, tudo para que o trânsito continue a fluir.

É o mais recente sucesso da cidade e tem levado muitos até ao Chiado. Em média os responsáveis vendem 300 waffles por dia, e chega sempre uma altura em que têm de ir à fila dizer que aquela será a última pessoa a ser atendida, isto, claro, ainda antes da hora de fecho. “Temos que limitar a fila, se não continua a aumentar. Há pessoas que ficam chateadas nos pedimos desculpa. Temos um horário e uma capacidade diária também”, explica à NiT Juliana Lopes, 25 anos, uma das responsáveis pelo projeto.

A primeira vez que soube da existência de waffles em forma de pénis foi por um amigo do namorado, Robert Kramer, também sócio da La Putaria, que os viu em Banguecoque. “Mostrou-nos, só que eram salgados, como se fosse um cachorro quente. Disse que se fosse doce era melhor. Começámos a pesquisar e encontramos um conceito similar em Paris.”

Na altura, Juliana pensava que era uma brincadeira quando o namorado lhe disse que queria abrir um espaço em Lisboa com estes waffles inusitados. “Achei que era uma piada, mas depois o Rob comprou a máquina e começámos a testar receitas em casa.”

Em poucos meses, tudo estava pronto para a abrir, e o sucesso está garantido, a contar pelas filas à porta todos os dias e pelas partilhas nas redes sociais com várias imagens, comentários e likes. “Estava à espera que fosse um sucesso, não esperava era que o boom fosse tão rápido”, diz Robert Kramer.

A namorada tem outros projetos na cidade, um espaço de estética no Saldanha e uma loja de jóias online. O mesmo acontece com Robert, com eStart4 e a empresa de entregas a DeliverLX, que foi criada no final de 2020. Em Dublin, na Irlanda, é ainda responsável por uma padaria, a Krust Bakery, com dois andares e duas dezenas de funcionários.

A esses trabalhos juntou-se desde o meio de agosto a La Putaria. Começaram só os dois, mas agora já têm uma equipa que os ajuda a fazer todos os preparativos, que começam sempre duas horas antes da abertura, mais ou menos quando a fila se começa a formar a partir do número 23 da Rua da Rosa.

Fotografia: Rafael Marques

Só pelo formato já sabiam que a coisa podia resultar, mas também apostaram em produtos de qualidade. “A receita dos waffles é francesa e foi criada pela minha mãe e pela minha cunhada que já tinham alguma experiência na área. Todos os chocolates que usamos são belgas.”

Neste momento na loja da La Putaria têm duas máquinas a funcionar. Cada uma consegue fazer quatro waffles que ficam prontos entre seis a sete minutos. Assim que saem são colocados numa rede para arrefecer um pouco. Com o cabo de uma colher é feito um buraco na base, onde é colocado um pauzinho tipo gelado para que seja mais fácil de segurar e comer.

Cada waffle custa 4,50€ e pode ter até dois toppings, um na base outro por cima, o “happy end”, como brincam. Pode juntar o chocolate belga negro, o de leite, o branco ou o de morango. A combinação com negro, mais escuro, e o branco tem sido das mais procuras, um pouco pelo efeito que faz e pelas fotos que são conseguidas.

“Há quem brinque com o tamanho, com as opções de chocolate e muita gente compara com o do parceiro, é muito engraçado.” No interior existem algumas frases que até pode usar nas partilhas que fizer. Lê-se “tu não te engasgues”, “put that in your mouth”, “maior do que o teu namorado”, ou “mines bigger tan yours”.

Até ao início de setembro chega outra novidade: os waffles em forma de vagina. É algo também que viram lá fora e acham que faz sentido trazer para Portugal. Com este waffle vão também chegar mais toppings para juntar, como é o caso da Nutella.

“Já recebemos mensagens de outras cidades e até de outros países a dizem que queríamos que abríssemos lá.” Por enquanto, existem duas localizações fechadas, Porto, que deverá estar para breve, até ao final do ano, e Cascais, que só deverá acontecer no início de 2022.

Enquanto isso não acontece, é ir o mais cedo possível para a fila na Rua da Rosa para os conseguir provar em Lisboa.

 

FONTE: NIT.PT

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.