Pela primeira vez na história, Programa de Acessibilidade será coordenado por cadeirante

Valdemir Tavares assumiu o programa de transporte de pessoas com deficiência de Natal – Divulgação

Cadeirante desde a infância, quando foi diagnosticado com poliomielite, Valdemir Tavares conhece bem as necessidades de uma pessoa com deficiência. O que pra ele vai ser fundamental na nova função assumida essa semana: a coordenação do Prae, Programa de Acessibilidade Especial Porta a Porta. “Como vivo numa cadeira de rodas, sei identificar por experiência própria as necessidades do público do programa. É um fator que me dá mais sensibilidade na hora de avaliar a demanda, acolher os usuários. O Prae só tem a ganhar com uma pessoa com deficiência à frente dele”, diz.

Valdemir tem 38 anos, é fisioterapeuta e servidor efetivo da Semtas. A nomeação para o Prae foi comemorada pelo vereador Tercio Tinoco, também cadeirante, o primeiro da Câmara de Vereadores de Natal: “Fico feliz em ver as pessoas com deficiência assumindo espaços importantes na sociedade. Isso fortalece nossa luta por equidade e inclusão”.

O Programa de Acessibilidade Especial Porta-a-Porta (Prae), é uma parceria entre as Secretarias de Mobilidade Urbana e Saúde de Natal, além do Seturn, e oferece transporte a pessoas com dificuldades de mobilidade e locomoção no trajeto casa/centro de tratamento/casa. Atualmente, atende cerca de 350 pessoas de maneira contínua na capital. Número que o novo coordenador quer ampliar. “Estamos fazendo o levantamento, mas sabemos que a quantidade de pessoas que precisam é maior do que atendemos hoje. Nossa prioridade é zerar a lista de espera do programa, mas sem perder a qualidade do serviço”, diz Valdemir.

O Prae dispõe de 7 ambulâncias que fazem o serviço de segunda a domingo, durante o dia, e 3 operam no serviço noturno. O programa também tem uma parceria com o Seturn, que dispõe de 10 micro ônibus adaptados e 5 doblôs, sendo 2 adaptadas.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.