PENSE! Governo Entrega 200 Toneladas De Alimentos Para Famílias Mais Vulneráveis

©ASSECOMRN

A primeira fase do RN Chega Junto entregou 200 toneladas de alimentos a famílias vulneráveis cuja situação de pobreza foi agravada pela perda da renda do trabalho ou mesmo trabalhadores sem renda devido à pandemia do coronavírus. Foram 20 mil cestas básicas distribuídas pelo programa governamental e a meta são 60 mil até o fim do ano. A segunda fase do programa começa já nesta quarta-feira (14).
Desde o lançamento do Programa, no dia 16 de setembro, 126 entidades de 31 municípios do RN receberam cestas básicas. Todos solicitaram doações ao Programa RN+Unido.
Segundo a secretária da Sethas, Iris Oliveira, foram atendidos no momento os trabalhadores da área do turismo (balseiros, bugueiros, ambulantes) de Jenipabu e Ponta Negra. “Também chegamos junto a famílias que se encontram acampadas em ocupações urbanas e muitas comunidades populares em diferentes bairros e periferias de Natal, além de outras cidades do Estado, e ainda pessoas com deficiência”.

O Programa RN Chega Junto é gerenciado pela Sethas e a Defesa Civil do Governo, com apoio da Cruz Vermelha. Envolve seis ações socio-assistenciais. Uma delas é a de suprimento alimentar. Além da meta de 60 mil cestas básicas até o mês de dezembro, também serão distribuídas 40 toneladas de peixes, adquiridos diretamente de cooperativas de pescadores do Estado, um investimento superior a R$ 4 milhões.

Para o controlador geral do Estado, Pedro Lopes, a ação vai além da assistência social. “O Governo adota a política de ser cliente de agricultores e pescadores do RN. Mais de R$ 1,3 milhão será injetado no mercado local, beneficiando diretamente trabalhadores do interior, com forte impacto nas economias regionais”.

Compras da Agricultura Familiar

Pela primeira vez na história do Rio Grande do Norte a cadeia produtiva da farinha e da goma, ligadas diretamente à agricultura familiar, está sendo beneficiada dentro do maior programa de compras do Brasil: o Programa Estadual de Compras Governamentais da Agricultura Familiar e Economia Solidária (Pecafes) no Estado do RN.
A agricultura familiar será responsável pelo fornecimento de 315 toneladas de alimentos do programa RN Chega Junto, sendo 120 mil kg de farinha de mandioca; 60 mil kg de arroz vermelho; 60 mil kg de feijão macassar; 60 mil kg de goma fresca para tapioca; e 15 mil kg de café em pó almofada.
“Tudo isso somado favorece o avanço das cooperativas da agricultura familiar do RN”, reforça Alexandre Oliveira, secretário da Agricultura Familiar do Governo do RN. “Vamos gerar trabalho e renda a 1.500 famílias, reunidas na Unicafes – União Nacional das Cooperativas de Agricultura Familiar e Economia Solidária”, concluiu.
Nesta quarta-feira, a governadora Fátima Bezerra fará entrega de cestas básicas à comunidades LGBT em situação vulnerável e também a Povos de Terreiro, ambos pelo programa RN Chega Junto. A solenidade ocorrerá às 9h no auditório da Escola de Governo.
Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.