YAHOO SEGUE TRILHA DO LINKEDIN E ENCERRA OPERAÇÃO NA CHINA APÓS NOVA LEI QUE PODE EXPOR DADOS DE USUÁRIOS

Após o encerramento da operação do LinkedIn na China, em outubro, o Yahoo decidiu também interromper todos os seus serviços de internet no país, num ambiente marcado pela pressão do governo chinês para interferir na moderação de conteúdo em plataformas estrangeiras ainda permitidas pelo regime.

“Em reconhecimento ao ambiente jurídico e de negócios cada vez mais desafiador na China, o pacote de serviços do Yahoo não estará mais acessível da China continental a partir de 1º de novembro”, disse a empresa em um comunicado.

A empresa ressalta que os seus produtos digitais seguem disponíveis em outros países.

O endurecimento de leis relativas a informação e internet vem ocorrendo em uma verdadeira ofensiva do regime de Pequim, que tem aumentado a censura e regulação de conteúdo em redes sociais, punindo empresas e artistas, e também oprimindo fortemente quaisquer movimentos de oposição em Hong Kong, que vem assistindo ao fechamento de jornais, museus e à censura de filmes que, na visão governamental, são “ameaças à segurança nacional”.

 

FONTE: MEDIA TALKS

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.