Microfone aberto: “Essa é um porre”, diz secretário do MS após pergunta de jornalista em coletiva; VÍDEO

O secretário de Vigilância Sanitária e Saúde, Arnaldo Medeiros – Foto: Sérgio Lima/Poder360

Clique no link abaixo e assista:

O secretário de vigilância em Saúde do Ministério da Saúde , Arnaldo Correia de Medeiros, disse que uma jornalista era “um porre” após a profissional ser anunciada que faria uma pergunta na entrevista coletiva feita do evento de lançamento oficial do Plano Nacional de Imunização (PNI) da pasta contra a Covid-19 . Medeiros fez o comentário após não perceber que se microfone estava aberto.

Junto ao secretário estavam o ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, e o secretário-executivo do Ministério da Saúde, Élcio Franco. “Afe, essa daí é chata, viu? Essa é um porre”, cochichou Medeiros após a equipe de comunicação anunciar que a repórter Valquíria Homero, do Poder360, faria um questionamento.
De acordo com a assessoria de imprensa do Ministério da Saúde, Medeiros não referia à jornalista quando disse essas palavras. A reação do secretário teria sido por conta de uma mensagem que ele recebeu no celular momentos antes do anúncio da pergunta.

Antes do comentário do secretário, outra pergunta tinha sido feita por outra jornalista e o general Pazuello respondeu por cerca de 7 minutos. Durante a resposta, é possível notar que Medeiros passou bons minutos mexendo no celular.

Durante a entrevista, estava em funcionamento apenas um dos microfones disponibilizados para os repórteres fazerem perguntas, além daqueles distribuídos na mesa em que estavam os representantes do Ministério da Saúde.

Antes do comentário de Medeiros, a jornalista da Folha havia feito perguntas a Pazuello. O ministro passou mais de 7 minutos respondendo. Durante esse período, é possível ver o secretário de Vigilância e Saúde mexendo no celular.

Depois que Pazuello terminou de responder, houve um período de silêncio até que a mestre de cerimônia que conduzia a entrevista anunciou o nome da jornalista do Poder360. Logo em seguida, é possível ouvir a fala do secretário.

O episódio se passou às 11h47 desta 4ª feira (16.dez). Às 14h36, em conversa com a própria jornalista Valquiria Homero, Medeiros reafirmou que não estava se referindo à repórter. “Peço desculpas se eu te ofendi de alguma forma. Asseguro que não foi contra você. Fico constrangido de ter te constrangido“, disse.

Fonte:  iG 

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.