Câmara de Natal recebe visita do embaixador de Israel para discutir parcerias

Foto: Elpídio Júnior

Com o objetivo de firmar parcerias e aproximar as relações internacionais, a Câmara Municipal de Natal recebeu na tarde desta terça-feira (04), em uma visita, a comitiva da embaixada de Israel. Na presença da Mesa Diretora da Casa, o novo embaixador do país no Brasil, Shmulik Arie Bass, foi recebido pelos parlamentares.

Para o presidente da CMN, vereador Paulinho Freire (PDT), a vinda do embaixador representa a possibilidade de trazer novas parcerias tecnológicas para a capital potiguar. “Uma satisfação muito grande da Câmara em receber o embaixador de Israel, que veio trazer várias ideias, trocas de experiências, já que Natal é uma cidade turística e nós temos uma cidade em Israel que é cidade-irmã em Israel. Fora isso, a sua tecnologia, principalmente no quesito água. Espero que eles também possam ter um excelente contato com a governadora para que Natal e o Rio Grande do Norte possam resolver definitivamente esse problema do abastecimento de água”, ressaltou Paulinho.

 

Integrantes da comitiva, o representante do Ministério da Agricultura de Israel, Ari Fischer, e o representante do Comitê Israelita no RN, Samuel Max Gabbay, ressaltaram a importância da contribuição do estado na exportação de frutas e turismo. “Já conheço o estado há trinta anos e conheci uma empresa de fruticultura e já naquela época, conheci o potencial que o estado dispõe para ser um dos maiores exportadores de frutas do mundo”, afirmou Ari Fischer.

 

“O embaixador veio com uma comitiva técnica para ofertar ao estado e à cidade, oportunidades tecnológicas para o desenvolvimento regional. Seja no campo do desenvolvimento sustentável, no turismo sustentável, ativando uma parceria que tem, uma vez que Natal e Eilat, são cidades-irmãs”, concluiu Samuel Max.

 

Pela primeira vez em Natal, o embaixador, que assumiu o cargo no fim de março, destacou a necessidade de visitar os estados para conhecer cada particularidade do país. “O objetivo é conhecer mais do Brasil. Não vemos Brasília como todo o país e temos que viajar e levar Israel aos estados do Brasil para estudar a experiência brasileira e compartilhar a nossa experiência. Estou seguro que há lugar para cooperação para beneficiar os dois países e seus povos”, finalizou Shmulik Arie Bass.

Texto: Kehrle Junior

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.