Opinião: Sem terceira via, Lula e Bolsonaro conquistam votos

Reprodução

Olhar Apurado
Em março, logo depois que o ministro do STF Edson Fachin tornou Lula elegível, o ex-presidente apareceu com 18% das intenções de voto na pesquisa Exame/Ideia.

Nesta sexta-feira (23), levantamento do mesmo instituto mostrou que o índice do petista subiu para 31%. Numericamente, Lula passou à frente de Jair Bolsonaro pela primeira vez, mas sua vantagem ainda está dentro da margem de erro (Bolsonaro, que oscilou para baixo, tem agora 30% das intenções de voto, contra 33% registradas em março).

A maior mudança que a pesquisa aponta, porém, é outra: em março, a soma dos votos de Lula e Bolsonaro dava 51%. Isso significa que praticamente metade dos eleitores brasileiros se dizia disposta a optar por um terceiro nome” , diz Thaís Oyama

Na pesquisa divulgada hoje, a soma dos votos de Lula e do atual presidente é ainda maior.

 

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.