UFRN registra mais de 25 mil matriculados no 2020.2

Foto: Anastácia Vaz

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) iniciou, nesta segunda-feira, 18 de janeiro, as atividades correspondentes ao período letivo 2020.2. A Pró-Reitoria de Graduação (Prograd) registrou, até o momento, um total de 25.639 matriculados, quantidade semelhante aos períodos anteriores e com perspectiva de aumentar, considerando que os estudantes ainda podem realizar rematrícula e matrícula extraordinária.

Além dos mais de 25 mil matriculados na graduação, também houve registro de 5.170 estudantes matriculados na pós-graduação e 1.295 alunos nos cursos técnicos. Na avaliação da pró-reitora de Graduação (Prograd), Maria das Vitórias de Sá, esse quantitativo de solicitações de matrículas em 2020.2 segue a média da quantidade de discentes matriculados nos períodos letivos anteriores, demonstrando interesse dos estudantes em seguir com as atividades acadêmicas.

O pró-reitor de Pós-Graduação (PPG), Rubens Maribondo, informou que, em 2019, foram registrados 1.952 novos alunos, já no ano de 2020 foram matriculados 1.991 ingressantes. Ainda segundo o docente, praticamente todas as disciplinas de mestrado e doutorado de 2020 foram concluídas e uma pequena parcela será finalizada entre fevereiro e março.

A professora Vitória lembra ainda que os estudantes ingressantes devem efetuar a confirmação de vínculo até o dia 22 de janeiro, pois esse é um procedimento obrigatório, conforme estabelecido no edital do Sistema de Seleção Unificada (SiSU) 2020. A confirmação de vínculo deve ser realizada pelo Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas (Sigaa) e o passo a passo está disponível no site www.sisu.ufrn.br. Em caso de dúvidas, o contato pode ser feito pelo atendimento@prograd.ufrn.br ou pelo telefone (84) 99193-6306.

Ainda conforme o calendário universitário, até esta segunda-feira, 18, está aberto o prazo para solicitação de suspensão de programa para o período vigente. Já os pedidos de rematrícula dos alunos regulares e matrícula dos alunos especiais ordinários devem ser feitos até amanhã, 19.

Ensino no período da pandemia

Devido à pandemia da covid-19, a UFRN suspendeu o período 2020.1, em março, realizando um semestre piloto seguido da retomada das atividades do semestre regular, no formato remoto com a possibilidade de oferta de componentes práticos de forma presencial, desde que aprovados pelas instâncias universitárias competentes e asseguradas as condições estabelecidas no Protocolo de Biossegurança da UFRN. Dessa forma, dando seguimento ao calendário, em novembro de 2020, o Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe) aprovou, por unanimidade de votos, a realização do período 2020.2, de 18 de janeiro a 30 de abril de 2021.

Para o ensino remoto, a Universidade oferta auxílios de inclusão digital (internet) e instrumental (equipamentos de tecnologia da informação) aos alunos em vulnerabilidade socioeconômica. Recentemente, a Política de Auxílio Instrumental da UFRN foi avaliada, por pesquisadores do curso de Gestão de Políticas Públicas, com índices positivos de satisfação baseados na opinião dos beneficiários. De acordo com a Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis (Proae), houve a solicitação de 188 pedidos para o auxílio de inclusão digital e 1.655 para o auxílio instrumental. O  acesso do ingressante ao benefício ocorre com o início das aulas e a confirmação de vínculo.

A instituição também oferece, desde junho de 2020, capacitação para os servidores (técnico-administrativos e professores) sobre o uso de tecnologias em atividades educacionais, além de outras temáticas, sendo a experiência da UFRN levada a outras instituições, como as Universidades Federais de Pelotas (UFPel), do Sul e do Sudeste do Pará (Unifesspa), de Uberlândia (UFU) e de Pernambuco (UFPE).

 

Fonte: Jamille Nogueira- Agecom e Williane Silva – Ascom-Reitoria

 

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.